MP-BA pede prisão de secretária de Camaçari por cobrar propina

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) denunciou nesta quinta-feira (8), a secretária municipal de Desenvolvimento Urbano de Camaçari, Juliana Franca Paes, pelos crimes de associação criminosa, corrupção passiva e peculato, e pediu à Justiça a decretação de sua prisão preventiva. Segundo o promotor de Justiça Everardo Yunes, autor da denúncia, a secretária e o marido…

MP-BA move ação contra guarda municipal de Salvador por apresentar diploma falso

O guarda municipal de Salvador Anderson Costa Barros responderá a uma ação civil pública por improbidade administrativa por apresentar diploma falso de nível superior durante o recadastramento de servidores, realizado em 2013. O diploma falso em Educação Física foi apresentado como forma de burlar a exigência do terceiro grau completo para o exercício de cargos…

Ministério Público acusa Kassab de ter recebido R$ 21 milhões da Odebrecht

O Ministério Público Estadual de São Paulo entrou com ação na Justiça contra o ministro da Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab (PSD), por ato de improbidade administrativa por supostamente ter recebido vantagens indevidas de R$ 21 milhões da Odebrecht durante seu mandato na prefeitura da capital paulista, entre 2006 e 2012. A empresa fez o…

Presidente do PSDB de Candeias aciona Ministério Público contra prefeito Pitágoras, esposa e cunhados

A oposição de Candeias, representada pelo Presidente do Diretório Municipal do PSDB, André Peixoto, representou contra o atual prefeito Pitágoras Alves da Silva Ibiapina, perante o Ministério Público, referente aos crimes de improbidade administrativa e peculato, exercidos quando o então gestor era vereador da cidade, lotando em seu gabinete funcionários fantasmas e negociando nepotismo cruzado.…

MP aciona ex-prefeita de Barreiras por irregularidades em convênios

A ex-prefeita de Barreiras e atual secretária de Desenvolvimento Urbano da Bahia (Sedur), Jusmari Oliveira, foi denunciada pelo Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) por atos de improbidade administrativa durante a sua gestão, que causaram um prejuízo de mais de R$ 1 milhão ao erário. As irregularidades foram cometidas em convênios firmados com a…