Defesa de Lígia Ramos desmente notícia de acordo de delação premiada

O advogado João Daniel Jacobina, responsável pela defesa da desembargadora Lígia Ramos, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), negou a informação de que teria apresentado à Procuradoria-Geral da República (PGR), proposta de acordo de delação premiada no âmbito da Operação Faroeste. A informação havia sido publicada na manhã desta quarta-feira (13), pelo site Correio…

PGR dá cinco dias para Witzel se explicar sobre supostas ameaças a secretário de Saúde do RJ

A Procuradoria-Geral da República (PGR) deu cinco dias para o governador afastado Wilson Witzel (PSC) se explicar sobre supostas ameaças a uma testemunha do processo de impeachment. Durante transmissão ao vivo em uma rede social nesta semana, ele atacou o atual secretário Estadual de Saúde, Carlos Alberto Chaves. Na transmissão, Witzel chamou Chaves de “mentiroso” e afirmou que,…

Delação de desembargadora pode “implodir” o Judiciário da Bahia

Uma desembargadora do Tribunal de Justiça da Bahia acusada pela Procuradoria-Geral da República de vender sentenças resolveu fechar uma delação com o Ministério Público. Ela é uma das principais implicadas no vasto esquema de corrupção no Judiciário baiano investigado pela PGR na Operação Faroeste. Augusto Aras e sua equipe avaliam que a delação tem o…

Moro critica Bolsonaro em rede social e discute com André Mendonça

O ex-ministro da Justiça Sergio Moro e o atual chefe da pasta, André Mendonça, se estranharam no Twitter, nesta segunda-feira (28). A confusão começou após Moro criticar Bolsonaro pela demora do Brasil em começar a vacinar a população contra a Covid-19. “Vários países, inclusive da América Latina, já estão vacinando seus nacionais contra a COVID-19.…

PGR pede a Fux para derrubar decisão de Kassio que liberou ‘fichas sujas’

A Procuradoria-Geral da República (PGR) recorreu ontem (21) da decisão do ministro Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), que alterou a aplicação da lei da Ficha Limpa no que diz respeito à inelegibilidade. A lei determina que uma pessoa condenada por órgão colegiado deve ficar inelegível desde a condenação até oito anos após o…

Deputada solicita à PGR investigação dos ministros da Saúde e da Defesa por compra de cloroquina

A deputada Natália Bonavides (PT-RN) solicitou à Procuradoria-Geral da República (PGR) a investigação do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello e do ministro da Defesa, Fernando Azevedo. O pedido se refere a um suposto crime de responsabilidade cometido por eles ao comprar grandes quantidades de cloroquina, remédio sem eficácia comprovada contra o coronavírus, para dar uma…

PGR denuncia Witzel, Pastor Everaldo, ex-Saúde do Rio, mais 10 e cobra R$ 106 mi

A Procuradoria-Geral da República (PGR) denunciou nesta terça, 15, o governador afastado do Rio, Wilson Witzel (PSC), o presidente do PSC, Pastor Everaldo, o ex-secretário de saúde do Rio Edmar Santos e outros dez empresários e advogados suspeitos de participação em esquema de propinas na Saúde fluminense. A denúncia foi levada ao Superior Tribunal de…

MPF: Marcelo Junqueira Ayres teria recebido R$ 200 mil no estacionamento do Salvador Shopping

O advogado Marcelo Junqueira Ayres, apontado como operador financeiro da desembargadora Ilona Márcia Reis, presa nesta segunda-feira (14) na 7º fase da Operação Faroeste, teve detalhado pelo Ministério Público Federal (MPF) alguns encontros utilizados para recolher dinheiro para a magistrada. Dois desses encontros chamam atenção. Um deles é detalhado por Júlio César, apontado como operador…

Ministro do STF homologa delação de fundador da Qualicorp sobre corrupção em planos de saúde

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso homologou hoje (15) a delação premiada de José Seripieri Filho, fundador e ex-presidente do grupo Qualicorp – empresa do setor de planos de saúde. O acordo foi assinado com a Procuradoria-Geral da República (PGR) em novembro. O empresário foi preso em julho deste ano em operação…

Carmen Lúcia exige esclarecimentos da Abin e GSI sobre relatórios que supostamente orientaram defesa de Flávio Bolsonaro

A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Cármen Lúcia determinou ontem (14) que a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República (GSI) têm 24 horas para esclarecer informações acerca dos supostos relatórios que orientaram a defesa do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) no caso Queiroz. A ministra…